14 de mai de 2011

PES 2011!

Vamos jogar? Juntinhos? -n

"Ué, um post sobre o PES?? Mas você não o odeia, Tiesco?" - É isso que vocês devem estar se perguntando! (sei que não, mas enfim)
Eu sempre fui Anti-PES de carteirinha, e já deixei isso claro aqui no Blog algumas vezes, mas tenho que admitir que este PES, o 2011, é um bom game.

Começa pela narração FANTÁSTICAMENTE PERFEITA feita pelo INOXIDÁVEL @silvioluiz (que eu não recomendo seguir). Já os comentários ficam por conta de Mauro Beting que, apesar de algumas vezes comentar algum outro jogo (por não ter nada a ver o comentário), ajuda você em algumas mudanças táticas. Como por exemplo quando ele diz que o meio-campo não jogou nada, você troca umas duas peças no meio-campo e as vezes, quando você escolher as peças certas, você consegue melhorar seu jogo.

O PESílvio, como eu costumo chamar, ainda não é um bom jogo. A jogabilidade ainda deve, e muito, quando comparado ao Winning Eleven. Porém, seus modos de jogo e a questão de estar "atualizado" o ajudam em comparação ao Winning Eleven, sendo que sua última versão original foi lançada em 2008. Mesmo dizendo que PES e Winning Eleven são a mesma coisa, só mudarem o nome, não é. O nome "PES" já vinha sendo usado desde sempre no lugar de Winning Eleven, só que lá pra Europa. Nas Américas e no Japão sempre foi Winning Eleven.

Voltando ao PESílvio, nessa nova versão possui um novo Campeonato: a Copa Santander Libertadores e todos os times que participaram da última edição. O problema é que esses times não podem ser atualizados e muito menos editados. Nem ao menos aparecem no menu "Editar", nem seus jogadores. O que é uma puta falta de sacanagem.

O Rumo Ao Estrelato, aonde você vive a carreira de um jogador profissional desde o primeiro contrato até a aposentadoria, é o grande destaque. O modo de câmera melhorou muito em relação ao da versão anterior. Por ser MUITO difícil jogar, já que você depende do seu time e você controla apenas um jogador, o seu, poucas pessoas jogam. É geralmente a última alternativa. Ah, cansou da Master Liga, jogue Rumo Ao Estrelato.

Na pressa de lançar o game logo, muitos times não são licenciados, estão, portanto, com nomes estranhos, mas os jogadores certos. Alguns sites dão listas com nomes de times certos, nomes de jogadores certos e até o de alguns estádios.

A versão de PS3 não há nem como comparar, pois dizem que a jogabilidade é de outro mundo. Pra mim é tudo a mesma bosta coisa. Na versão de PS3 você pode criar o seu próprio estádio. Para os Corinthianos é um prato cheio, imaginem comigo: Fazer um estádio e ser campeão da Copa Santander Libertadores em uma mesmo game! (Y)

Um fato engraçado é que o Messi, jogador "propaganda" do game, que é a foto do plano de fundo do menu e 'talz' não tem o seu nome narrado pelo Sílvião. Se nas outras linguas isso acontece eu não sei, mas creio que não também.

Eu só jogo o PESílvio por causa do Sílvio Luiz mesmo, e também porque eu fiquei umas cinco horas arrumando as contratações, os nomes dos clubes, dos estádios e o pior de todos, que foi o dos jogadores. ERAM MUITOS e o fato de você ter de ir de um em um acaba contigo. Estava morto quando terminei, mas valeu a pena. Isso se meu Memory Card não zuar comigo e acabar com o Save.

Recomendo que você jogue o PESílvio, mas com um Memory Card, de preferência. Porque para terem uma ideia o Ibrahimovic ainda está no Barcelona.

"Be Happy!"

Post ao som de: Arlandria - Foo Fighters

Nenhum comentário:

Postar um comentário