28 de nov de 2011

Here And Now!

Vamos ouvir? Juntinhos? -n

Here And Now é o 7º álbum de estúdio daquela bandinha canadense fazedora de baladinhas que na verdade quer fazer sucesso com um Hard Metal (letras de Hard Rock com guitarras de Metal), mas não consegue.
Quer saber mais sobre o Nickelback, clique aqui e leia um pouco.

Agora que você já se informou (ou não) sobre a banda vou à resenha desse novo CD. O disco continua com todo o Metal que o Nickelback tenta impor, continua com as baladinhas que são indispensáveis e também continua com o vocalista mais estranho do mundo da música. Nem pelas ações, ou roupas, o Chad Kroeger simplesmente não combina com si mesmo. Víde essa foto:

Voltando ao disco: o álbum começa com This Means War. Como você já deve imaginar é uma das músicas "Wannabe Metal". Mesmo possuindo uma base de verso calma, o refrão é gritado. Toda música que possui "War" no nome meio que obrigatoriamente tem de ser pesada, mas enfim...

Chega a vez de Bottoms Up, música pop com guitarras distorcidas e um riff fácil e provavelmente simples de ser execultado. Não é uma música que impõe muito respeito no verso e muito menos no refrão, mas possui um solo destrutivo de guitarra a lá Kirk Hammet. Não por ser comprido, mas por usar o mesmo efeito a 248438743154687973 anos. Solos como esse são visto nos outros álbuns do Nickelback.

When We Stand Together: baladinha de três notas que só está no álbum pra vendê-lo. A única hora que você pensa que entrará outro acorde o violão para e fica só a bateria, no mesmo ritmo. Depois volta o violão e começa o "Eeh, yeah, yeah, yeah, yeah" tudo de novo.

Midnight Queen é uma música forte com um pré-refrão igual o de outras músicas do próprio Nickelback, mas é uma música que lhe dá um up. Gotta Get Me Some já é o contrário, é uma música devagar, mas não calma com riff simples, mas ainda na área do Rock e não das baladas.

Lullaby é mais uma das baladinhas do disco. Ela lembra e MUITO outros "clássicos", se podemos chamar assim, da banda. Não por ser igual, mas é da identidade da banda. Possui até pianinho! =D. Pra mudar o nível chega a Kiss It Goodbye, música que tenta impor um riff mais pesado do que ele realmente é.

Das quatro últimas músicas, três delas são baladas. As músicas Trying Not To Love You, Holding On To Heaven e Don't Ever Let It End trazem o que dizem que a banda sabe fazer de melhor: suas baladas. Com letras "emocionantes" e quase nada de guitarra essas músicas devem de ser os próximos singles, quase certeza.

A penúltima música, sendo que a Don't Ever Let It End é a última, é a Everything I Wanna Do, que começa balada como as outras, mas adquiri uma certa força ao decorrer de seus 3 minutos e 26 segundos.

No geral, Here And Now, é um bom disco, possui baladas, muitas baladas, aliás, possui músicas Wannabe Metal e também possui uns efeitos de voz toscos. Ainda fica atrás do Dark Horse de 2008, mas é uma experiência legal, pra você que gosta das músicas que todos conhecem do Nickelback.

Não vou postar o link pra download porque é crime! (Y) Mas para ouvir as músicas basta clicar em seus nomes!

"Be Happy!"

Post ao som de: Everything I Wanna Do - Nickelback

25 de nov de 2011

Texto Aleatório!

Vamos escrever qualquer merda coisa? Juntinhos? -n

Você e o Jeremy devem se lembrar de como isso funciona. Hey Ho, Let's Go continuar nossa Tragic Comic que se deu início com isso e continuou com isso.

" Finalmente fiz 18 And Life se tornou maravilhosa. Consegui uma American Woman pra poder brincar de Sex Machine. Ela sempre dizia 'Don't Ever Let It End, vamos Do It Again'. Nossas conversas tinham More Than Words, nossa ligação era Something To Believe In.

Minha Dear Rosemary, oh, Mary Mary, tenho de lhe confessar algo, fui Almost Honest com você. Desde que me ouviu dizendo 'Hey Britanny' no telefone parou de Trust em mim. Você sabe que All I Want é você, minha Midnight Queen. Por favor, Don't Leave Me, mas todo o esforço foi em vão e acabamos Falling Down.

'Everyday I Love You Less And Less, Truth Be Told.' Essas palavras me deixaram Hurt por dentro. Sua Beautiful Dangerous me deixou Captivated e escondeu o Monster que você é. Quase Eat Me Up Alive algumas vezes. Eu estava sendo o Underdog, mas não ia Just Die por sua causa. Back Off Bitch!

Tive sorte do Wind Of Change ter soprado, fazendo você ser apenas Dust In The Wind (Pausa pro Combo do Scorpions...). Comecei a viver Livin' On The Edge, sem me importar If I Die Tomorrow e estava So Happy I Could Die hoje mesmo.

Ia de bar em bar, Round And Round e Around The World inteiro. Me diverti como se tivesse Just Sixteen anos e graças a você e seus Undisclosed Desires, que ultrapassaram The Thin Line Between Love And Hate.
Throw Yourself Away, _|_. "

Cada vez isso está ficando mais pesado!! O que será que vai acontecer no próximo episódio de... "Texto Aleatório com nomes de músicas em inglês"?

[P.S.: Agradeço o @Feezudoqq que me deu uma baita ajuda!]

Post ao som de: Fogos de artifício.

21 de nov de 2011

Vídeo Aleatório!

Vamos filmar qualquer merda coisa? Juntinhos? -n

Fazia tempo em que eu não postava nada da seção "Aleatório" aqui. Esse vídeo pra começar nem era pra ter sido enviado para o YouTube, mas como foi e eu apareço nele, vou postar aqui.

É um vídeo de eu e meus amigos divertidos que vivem grandes aventuras jogando algumas partidas de um esporte muito digno de ninjas: Ping-Pong.

Legal que o vídeo em que eu to cochando a negada o @AlexJorge_12 não coloca, né?! Ele coloca o que ele, cagadamente, ganha! Jogando estamos eu, @AlexJorge_12, @Juninho_Afonso, Zé Augusto e Irmãzinho (Nanico, ou até mesmo Ale-Alejandro)

Mas enfim, aqui o vídeo! =D



"Be Happy!"

Post ao som de: Não ouvia nada.

16 de nov de 2011

Angel Beats!

CLIQUE NA IMAGEM PARA VER AMPLIADA
Vamos assistir? Juntinhos? -n

Esse post possui (ou não) Spoilers.

Angels Beats é um anime e mangá japonês lançado em 2010 que conta a história de mortos em um mundo pós-morte. A história fica em torno de Yuzuru Otonashi, que acorda nesse mundo sem memórias, e seus amigos da "Frente de Batalha Vida-Após-A-Morte".

O anime possui todos os requisitos para ser considerado grande: Ação (com armas, explosões, facas loucas), comédia (como TK, personagem simplesmente FODA e o "Replay" do episódio 5) e todo a "fofura" necessária.

Basicamente: A "Frente de Batalha Vida-Após-A-Morte" luta contra a chamada anja, Tenshi, para não serem obliterados, para não sumirem desse mundo. Todos seguem a liderança de Yuri, a primeira garotinha meiga, que possui memórias terríveis de sua vida, como todos os outros que foram parar nesse mundo. Tenshi, que na verdade se chama Kanade Tachibana, também possui memórias e eu não posso dizê-las aqui mesmo estando com muita vontade. Se eu disser estrago todo o final! xD

Falando do anime em si. Já disse que ele é engraçado, já disse que tem ação e já disse que é fofo. Ok. O anime também possui um visual incrível, víde uma das últimas cenas que é de apertar o pause e admirar todo o trabalho que tiveram para criar a imagem que alí está. Os personagens são bem desenhados e um detalhe legal são os olhos, são diferentes do acostumado com animes como Dragon Ball, Naruto e Soul Eater (que postarei sobre mais pra frente). Não sei como compará-los é de ver para crer.

Voltando para a fofura, não há outro modo de dizer isso: estava assistindo o final do último episódio e tive de apertar pause, não para ver a imagem, mas sim para me recompor. Cheguei ao ponto de quase chorar, e é sério. "Ué, vai chorar, Tiesco! Recomponha-se homem!" - Disse eu para mim mesmo. Respirei fundo e continuei assistindo. Só não bati palmas para o anime pois era 5 da manhã e estava todo mundo dormindo.

Recomendo master para assistir. Você pode baixar os episódios, e os dois OVAs, pelo site Anbient.net clicando aqui.

"Be Happy"... Tentando segurar o choro quando Kanade e Yuzuru se despedem e então suas memórias são reveladas! *-*

Post ao som de: Black Swan - Megadeth

10 de nov de 2011

Os Games Mais "Zuados" De Todos Os Tempos 3 e 2/3!

Vamos zoar? Juntinhos? -YEP xD


Se, quando abrirem os vídeos, e não tiver legenda, cliquem em "CC" no rodapé do vídeo...não é tão difícil achar! xD

(Pra quem não leu os posts anteriores sobre eles, o grupo Dorkly é o responsável por pegare os maiores clássicos dos games e a partir deles criam animações muito bem humoradas. Para ler os posts clique aqui e ali, que no caso é aqui.)

Enjoy! xD

Mario's Horrifying Descovery:

Noob Saibot Is A Noob:

Sonic's Gambling Problem:

Link Didn't Get The Sword:

The King Is Dead... For Now:

"Be Happy!"

5 de nov de 2011

Megadeth!

Vamos imitar o Pato Donald? Juntinhos? -n

Sabe o Metallica, né?! Então, antes do Metallica começar a ser tudo isso que é hoje, antes mesmo de lançar o Kill 'Em All, Dave Mustaine era o guitarrista da banda. Era um bêbado de carteirinha, chegava atrasado, arrumava encrenca e muita coisa. Depois de uma briga, no qual deu um soco no James Hetfield, e mais algumas coisinhas, Dave, bêbado, foi colocado em um ônibus pelos integrantes do Metallica e levado para o outro lado do país. Quando acordou, despedido da banda e aonde Judas perdeu as botas, ficou puto furioso e jurou vingança com sangue nos zói, montando uma banda mais pesada que o Metallica. ¬¬'

Dave então criou o Megadeth, banda que logo em 1985 já lançou seu primeiro CD e agradou muita gente. Um metal pesado com distorção básica e afinação mais básica ainda, solos destruidores e a voz de adolescente de Dave, marcante como a do Pato Donald.

O Megadeth conseguiu obter um grande número de fãs rapidamente, um pouco menos intensamente que o Metallica, mas já era algo. Dave continuou bebendo e arrumando confusão, até mais que o normal, já que ninguém podia demiti-lo de sua própria banda.

A banda continuou trabalhando, fazendo shows enormes e até abrindo o show pro Iron Maiden, lançando seus  CDs até 2002, quando Dave decidi parar com a banda temporariamente, por causa de um machucado no braço. Enquanto isso, alguns anos antes, James Hetfield tem seu braço todo queimado e não para com a banda. (Y)

O que eu sei O que se sabe é que, após participar de várias e várias reuniões do Alcoólatras Anônimos, Dave voltou-se para suas origens cristãs e recebeu nosso senhor Jesus Cristo em seu coraçãozinho pecador [/cristão tentando lhe converter modo off]. Desde então pode se dizer que o som do Megadeth ficou mais pop, mas sem deixar as bases do Trash Metal e os solos estraçalhadores.

Em 2004, Dave ia lançar um álbum solo, mas reuniu um mano aqui, outro lá e o álbum solo se tornou um CD do Megadeth. Em 2009 tem mais um álbum, Endgame, e agora em 2011 é lançado o TH1RT3EN, álbum com 13 faixas sendo que ele é o 13º álbum da banda e o nome da faixa 13 é "13". Coincidência? Não, foi proposital.

Em 2009 o Metallica foi introduzido no Rock N' Roll Hall of Fame e James Hetfield convidou Dave para a cerimônia. Convite que foi recusado "por causa de Dave estar em turnê pela Europa".
Se o Megadeth conseguiu, mesmo com um líder cristão, ser mais pesado que o Metallica eu não sei, mas que são duas ótimas bandas, isso tenho certeza.

"Be Happy!"... Sofrendo pra passar a Hangar 18 do Guitar Hero 2 jogando no controle.

Post ao som de: Peace Sells - Megadeth

1 de nov de 2011

Noel Gallagher's High Flying Birds!

Exatos dois anos depois do fim de uma das mais bem sucedidas bandas de rock dos anos 90, quiçá de todos os tempos; o Oasis ‘voltou’ a ser assunto, primeiro pelo disco do irmão mais novo,Liam Gallagher, com o seu Beady Eye, que é basicamente o que sobrou doOasis, sem Noel.

Já o irmão mais velho demorou um pouco mais pra lançar seu disco solo, intitulado Noel Gallagher’s High Flying Birds. E sem sombra de dúvida, cada dia de espera valeu à pena. O disco deNoel é disparado o melhor álbum do ano, e a julgar pelo que outras bandas vêm fazendo por aí, é bem provável queHigh Flying Birds seja um dos melhores discos da década.

Se por um lado Liam resolveu investir em algumas velhas fórmulas que sempre deram certo com oOasis, Noel resolveu inovar e mostrar porque é o mais talentoso dos Gallaghers, fazendo um disco experimental e conceitual, daqueles que marcam época.

É bem verdade que algumas músicas fazem lembrar as baladas cantadas por Noel nos tempos deOasis. É algo até bastante natural, porque por mais que ele atire pra todos os lados, alguma hora vai acabar voltando no que sabe fazer de melhor. Além do que, não é segredo pra ninguém que algumas das músicas de High Flying Birds estavam escritas desde os tempos de Dig Out Your Soul, como If I Had a Gun e também a lendária Stop the Clocks, que existe desde muito antes disso mas nunca foi lançada oficialmente pela banda, embora haja uma coletânea de mesmo nome.

Considerações sobre The Death of You and Me: A julgar pelo título da faixa, poderíamos até dizer que Noel escreveu essa música numa tentativa de atingir Liam, ou até mesmo um pedido de desculpas, do jeito Noel Gallagher de ser. Mas esse boato já foi negado por Noel inúmeras vezes. Em todo caso, musicalmente falando, a faixa em questão até tem uns toques de The Importance of Being Idle (Don’t Believe the Truth, 2005), mas traz consigo instrumentos de sopro e uma levada até meio folk em algumas partes.

Sabe aquelas músicas que marcam uma geração e as pessoas cantam o refrão por anos e anos? Aquele refrão pra ser cantado em estádios? (I Wanna Live in A Dream in My) Record Machine, que é outra das que existe desde os tempos do Oasis, é uma dessas músicas, no caso, tem um grandessíssimo potencial pra ser.

E quando pensam que a criatividade, digo, a genialidade de Noel Gallagher chegou ao fim, ele mostra que não, e que ainda é uma verdadeira máquina de escrever hits. Prova disso é AKA... What a Life, que soa como uma continuação de Falling Down (Dig Out Your Soul, 2008).

No restante do disco, o que se segue é um festival de grandes músicas, que muitas bandas dariam um braço pra compor algo semelhante e que nas mãos de Noel Gallagher, algumas delas não viram nem single, seguem esquecidas no meio da obra.

Considerando tudo isso, pode-se afirmar sem medo que Noel Gallagher mais uma vez acertou a mão, e mostra que pode ter uma carreira solo tão gloriosa quanto a que teve durante mais de quinze anos com o Oasis.

Já Liam e seu Beady Eye, que fez um bom debut álbum, vai ter que trabalhar muito se quiser seguir fazendo concorrência ao Gallagher mais velho.

Post by: @javierfreitas

[PS.: Esse post também pode ser encontrado em javieragainstheworld.blogspot.com. Ele "vendeu" o post por esse merchan! =D]