22 de fev de 2012

Carnaval!

Vamos sambar até o pé sangrar? Juntinhos? -NOT MASTER

Sabe aquela semana que não passa nada na televisão fora gente tocando um ritmo ensurdecedor e irritante, mulheres seminuas não que eu esteja reclamando saltitando e rodopiando como se alguém mirasse uma metralhadora no chão e gritasse "DANÇA, MULÉ!" e fantasias ridículas de torcedos do São Paulo gays, travestis, bissexuais e até heteros? Então essa semana é provavelmente a do Carnaval.

Carnaval é um feriado que, antigamente, era considerado um feriado santo ou algo perto disso. Ele vem antes da Quaresma e nela não se pode comer carne, então no CARNaval todo mundo se entupia de carne pra depois não cair em tentação e ir pro inferno. Só que os ideais do carnaval sumiram com o tempo e hoje em dia é só um feriado aonde há festas, bebidas, camisinhas no chão e música ruim.

O Brasil é o país aonde o carnaval mais perdeu suas características originais e é o carnaval mais famoso do mundo. Vários gringos famosos vem para cá prestigiar nossas mulatas festas e pagar aquele mico de ir no Programa do Gugu e dar aquela "sambada" mestre na vergonha alheia.

Os desfiles das Escolas de Samba do São Paulo e do Rio de Janeiro são as principais atrações e acontecem em vários dias. Os desfiles consistem em um monte de pessoas tocando uma música repetitiva por uma hora, mais ou menos, alguns carros alegóricos gigantes sobre determinado tema e as mulheres seminuas sambando com penas em todo o corpo, mais glitter do que bandas de Glam Rock e sapatos com salto de 357431684 centímetros. A coisa mais normal que há é uma dessas mulheres cair, outra fantasia se arrebentar, um salto quebrar, um carro encalhar e uma criança ser concebida.

Já em algumas outras regiões o que acontece são os trios elétricos, onde famosos músicos brasileiros cantam seus "hits" para uma multidão bêbada e suada, sem exceções. Na maioria das vezes são artistas de axé e samba, até porque carnaval é associado à este tipo de música.

Graças à Goku Deus, aqui onde moro não há muito alvoroço quanto ao carnaval, só em uma cidade próxima, aonde as festas são realmente famosas. Todo mundo daqui de Pinhalão (aka: Fim do Mundo) vai para Tomazina festejar, o que deixa a cidade deserta e isso é muito bom.

O feriado do carnaval pode ser considerado o melhor de todos, não pelas festas, mas sim por englobar muitas vezes uma semana inteira sem aula, sem trabalho e sem seus pais ficarem reclamando de você ver mulheres nuas na televisão. Aproveite esta chance, pequeno gafanhoto.

"Be Happy!"... Pulando e festejando e engravidando e dançando, mas longe de mim.

Post ao som de: MALDITO COOLER DO PC QUE FAZ MAIS BARULHO QUE AS HÉLICES DE UM HELICÓPTERO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário