27 de ago de 2011

Top 5 6!

Games Vs. Adaptações

Vamos nos irritar com essas propagandas enganosas? Juntinhos? -n

Resolvi escrever sobre algumas adaptações horríveis para o cinema, dando mais ênfase ao "King Of Fighters - A Batalha Final" que é o pior filme sobre um game já visto na face da Terra!!!

Todos sabem que nem todas as adaptações de games para o cinema dão certo, ok?! Existem uns por ai que nem dá vontade de comentar. Mas você saberia o porque disso? Muitos filmes de games são feitos por diretores que não conseguiram distinguir o material de origem de um buraco na própria cabeça, eles não fazem justiça aos games, não entram nesse mundo dos games.

Max Payne (2008):

Tem um visual muito interessante, bom game, mas me desculpem, o filme é triste. O roteiro é ridículo, os vilões são medíocres e o filme não passa nenhuma emoção além de desprezo.


DOA: Dead or Alive (2006):

Reunião de belas atrizes para trazer para as telas um dos games mais vendidos de todos os tempos. Dead or Alive é uma verdadeira febre principalmente no mundo asiático. O problema é que nem mesmo as belas atrizes conseguem salvar um filme que não tem história. Serve apenas para levar ao delírio a molecada de 12 anos chegando na puberdade.


Street Fighter – A Lenda de Chun-Li (2009):

Lutas ruins, história ruim, a maioria dos personagens não se parecem nem um pouco com os do grande jogo (nem físicamente, nem em personalidade, ou história), um completo fracasso. Perto deste filme o primeiro Street Fighter de 1994 é uma obra prima.



Mortal Kombat: Aniquilação (1997):

O primeiro Mortal Kombat de 1995 foi um filme, para mim pelo menos, até divertido. Com muitas lutas legais, fatalities e tudo mais. Agora essa sequência foi medonha. Aniquilição só se for do nosso tempo. Os defeitos efeitos especiais então: tenebrosos.


Super Mario Bros (1993):

A dupla de encanadores bigodudos, principalmente o baixinho, fazem parte de um dos games mais conhecidos no mundo. Custava terem um pouco mais de apreço com o filme? É incrível, mas aconteceu algo parecido do que fizeram com um filme horroroso do He-Man. Fizeram uma história totalmente fora do contexto dos jogos, somos jogados prum cenário futurista e o Rei Kopa, o que era aquilo?! Um penteado punk horroroso.

King Of Fighters (2010):

Em King Of Fighters, os erros estão muito explícitos: como um “Terry Bogard” tiozão, com cabelo curto que trabalha pra CIA, Mai Shiranui que no jogos é conhecida pelos voluptuosos seios, pouca roupa e golpes flamejantes no filme não passa de um magrela com ataques elétricos...bom, melhor parar por aqui… quem conhece sabe do que estou falando!
Dê uma olhada: Iori Yagami
, Kyo Kusanagi, Terry Bogard, Mai Shiranui, Mature, Rugal e Vice e o Trailer.

Pensávamos que com o tempo os filmes deste gênero à medida que fossem ganhando prestígio melhorariam e não teriam sempre os mesmos erros grotescos, como: desvirtuar a característica dos personagens (o que temos muito em KOF) sejam elas físicas ou de personalidade mesmo, mudar o enredo, contar outra história que não se encaixa com a conhecida nos jogos.

Na longínqua década de 90, filmes como Super Mario Bros. (1993) e Street Fighter (1994), estrelado por Jean-Claude Van Damme, foram duramente criticados por motivos, entretanto eram os primeiros filmes do gênero, algo que poderia ser relevado.

O que realmente assombra é que quase duas décadas depois as produções continuam pecando nos mesmos lugares, afinal de contas quem assiste a estes filmes geralmente é fã dos games, não é verdade? O que é preciso fazer para agradá-los? Acho que nem preciso responder!

Então está explicado, hein. Quando você assistir alguma adaptação de game para o cinema e for ruim, lembre-se: o diretor não manja de games!

"Be Happy!"... Criticando esses filmes.

Post by: Herminho.

Post ao som de: Essa Mulher Só Quer Viver Na Balada - Velhas Virgens

Nenhum comentário:

Postar um comentário