20 de jul de 2012

God Bless America!

Vamos assistir? Juntinhos? -n

Sabe aqueles dias em que você roda por todos os canais de televisão procurando algum programa decente, geralmente dias de sábado e domingo? Então, Frank Burdock passa por isso todos os dias.

Frank é um pacato, triste, fracassado, doente e indignado cidadão americano; um verdadeiro "Loser". Divorciado, com uma filha mimada e com vizinhos do pior tipo, Frank está frustado com toda essa nova sociedade americana que só sabe, como disse o próprio, "regurgitar o que viram na TV".

Com um bátcha senso crítico e muito humor negro, é narrando a épica aventura deste fracassado, porém "herói", cidadão que se dá a história de God Bless America. O filme dirigido por Bobcat Goldthwait (O Zed de "Loucademia de Polícia") traz, entre outras coisas, fortes opiniões, do personagem principal, sobre essa nova e corroída sociedade norte-americana.

Na história, após ver uma patricinha ficar puta furiosa com seu pai por ter lhe dado um carro errado e ter arruinado seu aniversário, em um daqueles "Super Sweet 16", Frank se revolta de vez e vai "fazer justiça" matando aqueles que devem morrer em um camaro amarelo. Seu assassinato é visto por uma garota da pesada, Roxy, que resolve o acompanhar nesta jornada justiceira. E é basicamente isso que você deve saber sobre o filme do contrário posso acabar entregando o resto.

Apesar do filme ter recebido críticas pesadas como, por exemplo, o fato de dizerem que faz apologia ao uso de armas ou, até mesmo, à violência e à justiça com as próprias mãos, o filme vem fazendo bastante sucesso, até mesmo porque Frank e Roxy fazem o que muitos desejam fazer, mas em seus subsconcientes.

Eu realmente gostei desse filme, ele possui opiniões fortes e críticas explícitas à sociedade e, principalmente, ao que a mídia nos leva diariamente em casa dizendo que aquilo é o que você deve assistir e comentar sobre.Você, que assiste, e gosta de, Melhor do Brasil e derivados deveria ver este filme, você que não assisti também. Aliás, esse só não é um filme pra toda a família, pois possui bebês explodindo, mas fora isso é um ótimo filme para que caia a ficha nessas pessoas que vão junto com o que a massa diz, e pior ainda, faz.

"Be Happy!"... E que Deus, Odín, Alá, Buda, Zeus, Jeová, Goku, Javé, Anubis, ou seja lá qual ser supremo onipresente em que você tenha fé, abençoe a América!

Post ao som de: Não ouvia nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário